Mulheres do Rio Grande do Sul: Diversidade

Organizado por Sérgio Rosa de Paiva

R$55,00 Leia mais

Acabamento: Brochura
Páginas: 340
1ª Edição – 2006
Editora: Sfera Editora de Artes
Idioma: Português Brasileiro

Mais Detalhes – Equipe Principal do Projeto

Curadoria: Maria Helena Nunes da Silva
Curadoria Adjunta: Jussara Reis Prá
Consultoria Antropológica: Roshangela Freitas Bastani
Coordenação de Produção: Cristiana Sant’Ana Jardim
Coordenação: Maria Waleska Van Helden
Bolsistas e pesquisadores: Antonio Leite Ruas Neto, Camila Wollenhaupt Ribeiro, Charles Henrique Rosa dos Santos, Cleusa Maria Gomes Greabin, Danielle Heberle Viegas, Eduardo Chueiry Ferreira, Fabio Bastos Rufino, Gabriela Cardoso Martini, Jaqueline dos Santos, Luana Alves Figueiró, Luciane Jardim Fraga, Manoela Ungaretti, Sátira Pereira Machado, Thiago Araújo Vaucher.
Capa: Dora Bragança Castagnino
Coordenação de Projeto Gráfico: Antonio Carlos Henriqson
Campanha Publicitária: Estúdio Querosene
Assessoria de Imprensa: Pauta Assessoria
Produção Executiva: Érica Cocolicchio
Colaboradoras especiais: Ängela Cristina Kravczyk, Lídia Vidal Nogueira, Susana Castilhos de Freitas
Produção e Realização: Sérgio Rosa de Paiva
Edição, editoração, fotolito, Impressão e acabamento: Sfera Editora de Artes

 

Amostra do livro:

A história e o cotidiano das mulheres vêm sendo resgatados de forma significativa nas últimas quatro décadas, com a colaboração do movimento feminista e de estudiosas/os que situam as questões de gênero no centro de suas reflexões. Ainda assim, faltam muitas referências à contribuição feminina no processo de formação da sociedade brasileira. Carecemos da mesma lacuna em relação àquelas que habitam e habitaram o atual estado do Rio Grande do Sul. Daí a pertinência de dar visibilidade e voz a essas mulheres, em específico, às ameríndias, espanholas, ciganas, luso-açorianas e afro-gaúchas.

Indubitavelmente, o mosaico étnico e cultural forjado por estas e outras etnias representa uma das maiores riquezas da sociedade rio-grandense. Sua população foi gerada por mulheres indígenas, escravas africanas e imigrantes como a portuguesa, a espanhola e a cigana, vindas de outras partes do mundo para construir a nossa sociedade. São índias, brancas e negras que, de maneira diversa, prepararam o caminho para que mulheres e homens das novas gerações pudessem usufruir de condições de vida melhores e mais igualitárias.

Por esse prisma, a variedade de estudos ora apresentada constitui-se em esforço singular no tratamento da diversidade das questões de gênero por meio de um levantamento de informações e depoimentos criterioso e original. Ademais, desvela aspectos nem sempre evidenciados da memória social e cultural pelo registro de modos de vida e concepções de mundo. Contudo, a força das mulheres aqui retratada não tem a pretensão de esgotar o assunto, antes requer novas incursões a estas e outras referências femininas hoje ainda silenciadas em cenários locais e regionais.

Afinal, as distintas investigações desenvolvidas neste livro, ao problematizarem o fenômeno da diversidade cultural e da etnicidade, pela ótica de gênero, são um convite para a leitora e o leitor interessados em entender como foi forjada a cultura rio-grandense e em resgatar a participação das mulheres no contexto da sociedade gaúcha.

 

Jussara Reis Prá

Doutora em Ciência Política pela Universidade de São Paulo/USP; Professora no Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS, Pesquisadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre a Mulher/NIEM-UFRGS.

patrocinadores